Rua Direita
Quinta-feira, 2 de Junho de 2011
Bernardo Campos Pereira

Durante os seus 6 anos de governação, o José Socrates nunca aceitou ser entrevistado pela rádio Portuguesa que mais audiência tem, e que é isenta de interesses económicos ou políticos onde ele facilmente pode imiscuir.

Publicado Por Bernardo Campos Pereira em 2/6/11
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (2)
Domingo, 29 de Maio de 2011
Raúl Relvas Moreira

 

"I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad."

"We are winning!"

Publicado Por Raúl Relvas Moreira em 29/5/11
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (2)
Quinta-feira, 26 de Maio de 2011
José Meireles Graça

Ninguém anda na política com um par de asas nas costas. Os políticos não o ignoram, os eleitores não o ignoram, e resmungando todos lá nos vamos entendendo.

Mas há limites: Isto que o Diogo Duarte Campos denuncia - e ao denunciá-lo presta verdadeiro serviço público - a mim faz-me ranger os dentes. Gozem, gozem, quem ainda tem respeito pela comunidade e por si mesmo não acha que vale tudo. Esta edificante história deve caber na moldura penal (é assim que se diz?) de um crime qualquer; e deveria ser criminalmente tratada se se criasse um serviço para perseguir este tipo de crimes. Poderíamos chamar a esse novo serviço, sei lá - Procuradoria Geral da Républica.

Publicado Por José Meireles Graça em 26/5/11
Link do Post | Comentar
Terça-feira, 24 de Maio de 2011
Francisco Meireles

Nas sondagens, que devem estar a fazer um esforço louco para "corrigir" o efeito de rejeição ao Governo que as sondagens não captam. Na verdade, a percentagem de respostas às sondagens mantém-se muito baixa (a última da intercampus era de apenas 44,4%) havendo mais de 50% dos entrevistados que se recusa a responder.

 

Toda a gente percebe, basta "andar por aí", que nem mesmo os socialistas vão todos votar no PS, por causa da rejeição ao Governo e mais especificamente ao PM.

 

Toda a gente percebe que muita gente não encontra alternativas à esquerda, pelas mais diversas razões.

 

Toda a gente percebe que muita gente ainda não decidiu à direita; ou porque o PSD não convence ou porque o CDS, apesar de convencer, representa um salto muito grande. No entanto, cada vez são mais as pessoas que percebem o slogan do CDS: ESTE É O MOMENTO!

 

O que significa, na minha modesta opinião de não-especialista, que o CDS vai beneficiar de um crescimento natural, orgânico que o fixará no patamar dos dois dígitos; talvez 12, talvez 13%.

 

Mais importante, porém, creio igualmente que o CDS irá beneficiar de muito voto de protesto; protesto contra a actual situação, protesto contra o percurso que nos trouxe até aqui, protesto contra a falta de verdade no percurso recente, protesto contra a falta de mérito de alguma oposição, protesto contra a falta de credibilidade de muitos dirigentes e percursos partidários. Esse voto de protesto, sinto-o, irá dar um resultado histórico ao CDS. E se isso assusta o PSD, não deixa de ser um erro perseguir o voto útil à direita quando à muito voto desiludido ao centro e sobretudo ao centro esquerda. Se os dirigentes do PSD persistirem neste erro, acabarão por impedir a votação massiva na direita (PSD+CDS) que a situação e o discurso negacionista de Sócrates impõe e merece. Mas não conseguirão evitar o resultado histórico do CDS.

 

Quem me avisa meu amigo é. Faço-o agora para que depois não se diga que não o fizemos.

Publicado Por Francisco Meireles em 24/5/11
Link do Post | Comentar
Quinta-feira, 19 de Maio de 2011
Filipa Correia Pinto

É oficial: José Sócrates transformou esta campanha numa corrida aos Óscares. 

 

Alguém lhe devia dizer que o de melhor actor principal já é dele, escusa de continuar a performar.

 

O PS também podia ficar com a melhor comédia, mas tudo isto me continua a parecer excessivamente trágico e bizarro para tanto.

Publicado Por Filipa Correia Pinto em 19/5/11
Link do Post | Comentar
Domingo, 15 de Maio de 2011
Nuno Miguel Guedes

É curioso ver como um antigo presidente do PSD acusa Paulo Portas de se atribuir demasiada importância - 'tiques socráticos', foi o que ele disse - para concluir que o CDS está a preferir ataques ao PSD em vez do PS, o responsável último por estes dias. 

 

Mas Fernando Nogueira, ao centrar todo o seu discurso sobre o alegado comportamento do líder do CDS está a fazer o quê senão aquilo que acusa? Ou talvez a pergunta seja mais esta: terá medo de quê? 

Publicado Por Nuno Miguel Guedes em 15/5/11
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (4)

Autores
Contacto
ruadireitablog [at] gmail.com
Subscrever Feeds
Redes Sociais
Siga o  Rua Direita no Twitter Twitter

Temas

'tiques socráticos'(6)

acordo(10)

administração pública(8)

ajuda externa(21)

alternativa(7)

bancarrota(13)

be(7)

bloco(11)

bloco central(5)

campanha(50)

cds(102)

cds-pp(12)

cds; psd(6)

comunicação(7)

constituição(6)

day after(8)

debate(12)

debates(52)

defice(8)

democracia(10)

desemprego(10)

desgoverno(11)

despesa pública(9)

dívida pública(11)

economia(20)

educação(19)

eleições(26)

esquerda(6)

estado social(23)

fiscalidade(14)

fmi(46)

futuro de portugal(17)

governar portugal(6)

governo(9)

humor(9)

josé sócrates(36)

legislativas 2011(6)

ler os outros(21)

maioria absoluta(26)

manifesto(32)

memorandum(38)

novas oportunidades(14)

passos coelho(13)

paulo portas(10)

política(15)

portugal(26)

programa de governo(7)

ps(108)

psd(73)

sair da crise(22)

saúde(6)

socialismo(19)

sócrates(63)

socrates(11)

sondagens(12)

troika(31)

tsu(7)

valores(6)

voto(9)

voto útil(32)

todas as tags

Últimos Links
Twingly Blog Search link:http://ruadireita.blogs.sapo.pt/ sort:publishedÚltimos Links para o Rua Direita
Pesquisar Neste Blog
 
Arquivos

Novembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

blogs SAPO