Rua Direita
Terça-feira, 31 de Maio de 2011
Marcos Teotónio Pereira

Já repararam que mais tarde ou mais cedo estes três conceitos aparecem na mesma frase? Um sistema económico Socialista, totalitário ou não, é como que uma força de bloqueio à actividade económica. Com o tempo vai-se tornando mais eficaz acabando o país inevitavelmente, na ruína. Podemos dar muitos exemplos recentes disto e discutir os casos futuros (a velha Europa está cheio deles). As pessoas bem intencionadas do PS e do PSD (que as há) precisam de saber que uma sociedade solidária não se faz arruinando os países e prejudicando as gerações futuras. Não se faz com um sistema económico Socialista.

 

É possível ter uma Sociedade Solidária desde que o Estado tenha juízo. Desde que o Estado seja poupado e respeite o dinheiro que lhe está confiado. Desde que se encontrem os equilíbrios entre o incentivo à criação de riqueza e a promoção do bem comum.

 

 

 

Publicado Por Marcos Teotónio Pereira em 31/5/11
Link do Post | Comentar
Quarta-feira, 25 de Maio de 2011
Marcos Teotónio Pereira

A OCDE revê em alta a dívida e suponho que ainda não ouvimos o último valor...  como é que é possível alguém ainda pensar votar no Sócrates.

 

Temas: ,
Publicado Por Marcos Teotónio Pereira em 25/5/11
Link do Post | Comentar
Quarta-feira, 18 de Maio de 2011
Marcos Teotónio Pereira

As Novas Oportunidades têm uma dimensão de realização pessoal que é muito válida. O principal objectivo é mesmo esse. Qualquer um que assista aos trabalhos finais apresentados pode verificar o esforço e a vitória pessoal que acompanha muitos destes trabalhos.

No caminho aprende-se qualquer coisa e reforça-se competências mas não é esse o objectivo.

 

Quando se for fazer a história desta campanha desastrosa do PSD a intervenção de Passos Coelho sobre este assunto vai aparecer como o ponto de viragem em que o PSD perde definitivamente as eleições.

Publicado Por Marcos Teotónio Pereira em 18/5/11
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (11)
Quinta-feira, 5 de Maio de 2011
Marcos Teotónio Pereira

O FMI demorou muito mais tempo a apresentar o plano de resgate de Portugal do que o da Irlanda ou da Grécia. Deve ter tido uma enorme dificuldade em aferir o real estado das nossas contas. Provavelmente a cambada que nos governa não deu toda a informação que eles pediram. Porque não quiseram ou, mais provavelmente, porque nem eles sabem.
 

A Troika não podia atrasar mais o plano e portanto daqui a 5 meses vamos ter a continuação.

 

Se o  governo que sair das eleições não for PS, o Sócrates vai aproveitar para dizer que "estamos a ser mal governados"; se o PS for governo outra vez, o Sócrates vai aproveitar para dizer que "o FMI não era solução".

Publicado Por Marcos Teotónio Pereira em 5/5/11
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (1)
Quarta-feira, 4 de Maio de 2011
Marcos Teotónio Pereira

No livro "Portugal: os números" da Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2010 pode-se ler que "a Pensão mínima de velhice, descontando o efeito da inflação, a preços de 2000, passou de 169 euros em 1975 para 197 euros em 2008". Já para os pensionistas com pensões de sobrevivência, 700 000 , descontando o efeito da inflação e a preços de 2000 o montante em 1975 era de 101 euros é em 2009 de 118 euros.

 

Não se percebe o porquê de apesar de o crescimento dos gastos com a Segurança Social ter passado de 3,1% do PIB em 71 para 16,1% actualmente, não terem aqueles que mais precisam beneficiado deste crescimento da despesa do estado

 

Note-se que o PIB a preços constantes de 2000 era em 1971 um terço daquilo que é hoje e a ter havido uma distribuição equitativa da riqueza as pensões dos mais pobres devem ser hoje, no mínimo, três vezes o valor de 1975.

 

Custa-me a perceber um estado que mostra tanto desprezo por aqueles que de facto nada têm. Talvez o FMI também ajude o CDS a corrigir isto.

Publicado Por Marcos Teotónio Pereira em 4/5/11
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (1)
Terça-feira, 3 de Maio de 2011
Marcos Teotónio Pereira

O crescimento do Estado nas economias desenvolvidas está a atingir o ponto de ruptura. Como parar e reverter este processo é o objectivo de um artigo especial do Economist. O processo é tão difícil que se compara com a desintoxicação de um toxicodependente.

 

Para se iniciar o processo o doente tem que estar consciente da sua dependência ou então estar num estado terminal. Na OCDE só Portugal e a Grécia é que estão neste estado terminal mas ainda não se convenceram da sua doença. A Inglaterra já sabe que está doente e está a iniciar o processo com grande coragem e imaginação.

 

Nós por cá temos então que tornar mais vísivel o que o estado nos custa directa e indirectamente de modo a que as pessoas percebam que também elas sofrem com isto. A politica fiscal deve ser alterada de modo a que o pagamento dos impostos se torne mais notado pelo contribuinte . Só assim se pode vir a desenvolver uma consciência de fiscalização do estado por parte das pessoas.

 

Esta atitude mais crítica quanto à ineficiência do estado pode e deve ter a sua expressão usando as redes sociais criando grupos de discussão sobre por exemplo, a escola dos meus filhos ou sites tipo "fixmystreet.org" ou "mygovcost.org" com o objectivo de potenciar a exposição pública da ineficiência do estado.

Temas:
Publicado Por Marcos Teotónio Pereira em 3/5/11
Link do Post | Comentar

Autores
Contacto
ruadireitablog [at] gmail.com
Subscrever Feeds
Redes Sociais
Siga o  Rua Direita no Twitter Twitter

Temas

'tiques socráticos'(6)

acordo(10)

administração pública(8)

ajuda externa(21)

alternativa(7)

bancarrota(13)

be(7)

bloco(11)

bloco central(5)

campanha(50)

cds(102)

cds-pp(12)

cds; psd(6)

comunicação(7)

constituição(6)

day after(8)

debate(12)

debates(52)

defice(8)

democracia(10)

desemprego(10)

desgoverno(11)

despesa pública(9)

dívida pública(11)

economia(20)

educação(19)

eleições(26)

esquerda(6)

estado social(23)

fiscalidade(14)

fmi(46)

futuro de portugal(17)

governar portugal(6)

governo(9)

humor(9)

josé sócrates(36)

legislativas 2011(6)

ler os outros(21)

maioria absoluta(26)

manifesto(32)

memorandum(38)

novas oportunidades(14)

passos coelho(13)

paulo portas(10)

política(15)

portugal(26)

programa de governo(7)

ps(108)

psd(73)

sair da crise(22)

saúde(6)

socialismo(19)

sócrates(63)

socrates(11)

sondagens(12)

troika(31)

tsu(7)

valores(6)

voto(9)

voto útil(32)

todas as tags

Últimos Links
Twingly Blog Search link:http://ruadireita.blogs.sapo.pt/ sort:publishedÚltimos Links para o Rua Direita
Pesquisar Neste Blog
 
Arquivos

Novembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

blogs SAPO