Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rua Direita

Rua Direita

10
Mai11

Inevitável é a Tua Tia

Margarida Bentes Penedo

 

Num concerto ao vivo, os Deolinda cantaram que para ser escravo era preciso estudar. A multidão aderiu em coro. Com razão: o estado tinha oferecido aos jovens um monte impensável de licenciaturas e tinha-lhes dito que se estudassem teriam emprego garantido. Ou seja, tinham sido enganados. Formou-se o grupo no facebook. Mário Soares escreveu que o que eles queriam era uma ditadura.

 

No dia 12 de Março fiz questão de lá estar. Gritaram-se protestos, exibiram-se cartazes (o meu preferido dizia "inevitável é a tua tia"), mas havia apenas uma exigência que era comum àquela gente toda: a queda de Sócrates. O que efectivamente aconteceu pouco tempo depois.

 

 

 

 

A seguir, como se veio a provar, tornou-se impossível voltar a mobilizar aquela quantidade de gente em torno de um movimento. Por uma razão simples: já não havia um objectivo comum.

 

Os “precários inflexíveis” são hoje uma sobra, essa sim ligada à esquerda, de um fenómeno que foi importante, espontâneo e eficaz. Como uma operação relâmpago, deitou abaixo um governo e desapareceu no éter.

 

Os “precários inflexíveis” são, provavelmente, aqueles que não perceberam que os jovens não podiam exigir o cumprimento das promessas delirantes do sistema socialista. A única coisa que podiam era exigir a punição de quem os enganou.

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

ruadireitablog [at] gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D