Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rua Direita

Rua Direita

12
Mai11

Perguntar não ofende

Tiago Loureiro

Após leitura deste artigo, referido aqui pelo José Meireles Graça, acho pertinente deixar algumas perguntas ao futuro deputado Carlos Abreu Amorim, com base em algumas coisas que disse:

 

 

«Portas ambiciona converter-se na charneira de uma solução governativa pois sabe bem que os elementos essenciais do princípio de Peter aplicados à política não lhe permitem deter préstimo bastante para ser a opção principal.»

 

Foi a aplicação do mesmo princípio que levou o Carlos Abreu Amorim a abandonar o aborto político chamado Nova Democracia e transformar a frustração dele recorrente numa oportunidade de chegar longe à custa de um partido maior?

 

«(…) a virulência contumaz dos ataques, obedientemente reeditada pelo CDS em quase todos os círculos eleitorais, teve o condão pouco inocente de engrossar a artilharia socialista que incessantemente dispara sobre Passos Coelho e o PSD.»

 

É impressão minha ou a artilharia socialista tem sido engrossada insistentemente pelas balas que se perdem depois de o PSD insistir em dispara-las em direcção aos próprios pés, uma trás da outra, tendo uma delas o rosto do próprio Carlos Abreu Amorim, improvável candidato em Viana?

 

«No debate de há dois dias, foi visível o desconforto de Paulo Portas quando instado, por duas vezes, a afirmar claramente se está ou não disposto a aliar-se com Sócrates. Primeiro, Portas tergiversou; depois, contrafeito, lá soprou um 'não' sofrido que poderá muito bem metamorfosear-se num feliz 'sim' em nome de qualquer coisa que as circunstâncias do momento venham a aconselhar...»

 

Onde é que esteve o Carlos Abreu Amorim neste último ano e meio, durante o qual o PSD foi metamorfoseando as suas aparentes divergências com o governo em convenientes convergências na hora de votar PEC’s e Orçamentos de Estado, ao mesmo tempo que o CDS se mantive firme na recusa da toleima socialista?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

ruadireitablog [at] gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D