Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rua Direita

Rua Direita

14
Mai11

CDS > PCP+BE+PEV

Francisco Mendes da Silva

Quando Paulo Portas se demitiu em 2005, um dos resultados das eleições que no seu discurso da noite do sufrágio apontou como uma desilusão foi o facto de a votação no CDS ter sido inferior à que, juntos, obtiveram a CDU e o Bloco. Por mais pragmático ou prudente que seja na sua acção política, o CDS tem na sociedade portuguesa uma função ideológica de oposição ao socialismo em que é insubstituível. Independentemente da votação e do lugar relativo que ocupe nas preferências dos eleitores, não lhe deve ser indiferente que a direita parlamentar - aquela que, de facto, se assume como direita - fique abaixo ou acima da frente de extrema-esquerda anti-sistema. É também por isso que as perspectivas que aparentemente se abrem são positivas. O CDS pode obter mais votos que o PCP, o BE e o PEV juntos - e assim recuperar para a vida política portuguesa um nível mais satisfatório de salubridade democrática.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

ruadireitablog [at] gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D