Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rua Direita

Rua Direita

20
Mai11

O Benfica cheira mal

Francisco de Almeida

Lembro-me de com 4 ou 5 anos, o meus irmãos mais velhos dizerem-me que "O Benfica cheira mal!". Acreditando piamente nos meus irmãos mais velhos, mais sábios e mais experientes, repetia alegremente a frase a quem estivesse disposto a ouvir.

 

No entanto, ao passar na 2ª circular lá punha o nariz de fora e vinha a desilusão. O Sporting e o Benfica cheiravam os dois à mesma coisa. A revelação final veio com 7 ou 8 anos quando fui ver um jogo à Luz e constatei, sem sobra de dúvida, que tinha sido enganado. Embora seja Sportinguista convicto, consegui ainda muito novo admitir que o Benfica não cheira nem melhor nem pior do que o Sporting.

 

Porque é que trago esta história para o Rua Direita? Simplesmente porque a vejo repetida todos os dias em relação ao estado social. O mais grave é que não é repetida por crianças de 4 ou 5 anos mas por pessoas que se dizem inteligentes, informadas e que em muitos casos têm ainda a responsabilidade de ser líderes da opinião.

 

A preocupação social está no ADN do CDS. Arrisco-me a dizer que é dos partidos que ao longo dos últimos anos mais lutou pelos mais fracos. Basta olhar para o manifesto do CDS para perceber quanto essa preocupação está patente nos princípios deste partido.

 

Como já foi mencionado repetidamente pelo Adolfo Mesquita Nunes e o Victor Tavares Morais, os partidos de esquerda não têm o monopólio desta questão. Votar CDS não é votar na destruição do apoio aos mais fracos. Muito pelo contrário, é votar num partido que tem esse tema como prioridade, e que já demonstrou saber criar medidas e reformas na área social de forma justa e com enorme impacto.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

ruadireitablog [at] gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D