Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rua Direita

Rua Direita

22
Mai11

A campanha segue dentro de momentos

Zélia Pinheiro

As campanhas eleitorais são processos de sedução do eleitorado e até certo ponto compreende-se que evitem os temas desagradáveis. Esse é um facto da vida. Mas as campanhas eleitorais são também necessariamente projecções sobre o futuro e neste ano de 2011, as perspectivas do nosso futuro colectivo, de acordo com o relatório sobre a economia portuguesa publicado pelo Banco de Portugal na passada quinta-feira são, como bem diz o editorial do Expresso, aterradoras.

É fundamental não passar ao lado desta leitura autorizada do que nos espera para a próxima década: "O Programa de ajustamento económico e financeiro [leia-se compromisso com o FMI] contempla uma nova recessão em 2011, de magnitude elevada, que persistirá em 2012. Esta recessão prolongada será acompanhada de uma contração sem precedentes do rendimento disponível real das famílias e de novos aumentos da taxa de desemprego" (cfr. Banco de Portugal - Relatório Anual 2010 - Avaliação Global, pag. 25).

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

ruadireitablog [at] gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D