Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rua Direita

Rua Direita

02
Jun11

Foi você que pediu uma maioria absoluta? (21)

Tomás Belchior

"Expresso: Para terminar, três exemplos de ideias de curto prazo.

 

Ricardo Reis: Prefiro concentrar-me numa ideia: permitir que as empresas não competitivas fechem e que, nesse espaço, surjam outras. De qualquer forma isto consistiria em replicar a atitude liberalizadora e focada no crescimento do primeiro mandato de Cavaco Silva: privatizações, exposição de sectores produtivos à concorrência, e uma cultura de não protecção pública de negócios privados. Nessa época nasceram empresas como a Sonae, o BCP, o BPI porque o Estado não protegia as ineficiências como faz hoje."

 

Ricardo Reis em Entrevista ao Expresso, em Abril de 2011

 

"O IAPMEI (Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação) tem vindo a ser utilizado pelo Governo para manter ‘artificialmente vivas’ empresas sem viabilidade financeira. Fontes do Ministério da Economia relataram ao SOL que têm sido dadas instruções para serem concedidos apoios financeiros a «empresas que é politicamente necessário salvar, para garantir empregos num determinado momento» – ainda que estes não tenham futuro.

 

O apoio de cerca de 50 milhões de euros à Investvar (dona da marca Aerosoles) é um desses casos. Assim como as falidas Joamar, Mactrading (ex-Maconde), Facontrofa, Grupo Mesquita – e mais recentemente a Alicoop –, que receberam injecções de capital por parte do Estado, quando os próprios serviços da Economia já previam que a recuperação seria improvável. «São milhares de milhões de euros canalizados para empresas sem futuro, só por motivos políticos», diz ao SOL um alto quadro do Ministério da Economia, referindo-se aos financiamentos concedidos pelo IAPMEI através de fundos e de linhas de crédito como as PME Invest.

 

A concessão deste apoios é, aliás, feita por vezes ao arrepio das regras definidas pelos organismos responsáveis pela gestão dos fundos públicos. Prova disso são os três milhões de euros aplicados na Joamar, uma têxtil do Norte falida."

 

"Aplausos do PS"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

ruadireitablog [at] gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D